02 abril 2006




Dos novos desenvolvimentos sociais, politicos e militares que se observam nos tempos que nos acometem, nasce uma visão e uma ideia depois de tudo o que sofremos. Vê então a luz o BODA (Brigadas Ofensivas e Defensivas Algarvias). O BODA não pactua nem faz reféns, não diz sim nem baixa as calças, não negoceia nem pede com licença. Temos pena e, a sério que não queriamos, mas cá está o braço armado dos BIFs nasce com grande estrondo e destruição (prevista).
Tudo a postos e a logistica a ser tratada (canivetes da serra da estrela, porém com o logo "axigãs do rio seco", e gêtres para cada combatente da liberdade, por agora) para que cada BIF se possa transformar num navio de destruição, caos e morte.
Sem piedade marchamos...
VIVA FARO, VIVA O CRUAÇANTE MISTO E O OS PATOS DA ALAMEDA