28 fevereiro 2008

Tava a passear pela net quando me deparei com esta perola. Fiquei a pensar que isto seria o ideal para compremeter o bom dia que o shore presidente estaria a ter. Ha que lembrar-lhe, de vez em quando que, e necessario tomar cuidado. A revolta aberta e o motim sao sempre cenarios possiveis...




Diz-se que quando Deus criou o mundo para que os Homens
prosperassem, concedeu-lhes 2 virtudes:
a) Aos Suíços, fê-los ordenados e cumpridores da lei;
b) Aos Ingleses, fê-los persistentes e estudiosos;
c) Aos Japoneses, fê-los trabalhadores e pacientes;
d) Aos Italianos, alegres e românticos;
e) Aos Franceses, fê-los cultos e refinados. E, quando chegou aos portugueses..., voltou-se para o anjo que tomava notas e disse:
- Os portugueses vão ser inteligentes, boas pessoas e vão ser do Benfica.
Quando acabou de criar o mundo, o anjo disse a Deus:
- "Senhor, deste a todos os povos duas virtudes e aos portugueses três. Isto fará com que prevaleçam sobre todos os demais"
Então Deus reflectiu e disse:
- " É pá!... Tens razão...bom como as virtudes divinas não se podem tirar... que os portugueses, a partir de agora, possam ter qualquer das três, mas que a mesma pessoa não possa ter mais do que duas virtudes de cada vez.
Assim seja que:
1.Português que seja do Benfica e boa pessoa, não pode ser inteligente.
2.O que é inteligente e do Benfica, não pode ser boa pessoa.
3.E o que é inteligente e boa pessoa, não pode ser do Benfica.

26 fevereiro 2008

Cultura geral

Quando se fala em cultura, a expressão acarreta o peso de mil e um pensadores e intelectuais que vieram antes de nós e por aqui deixaram a sua marca sob toda e qualquer forma que seja considerada arte.
Talvez por isso, ou não (eu não sou propriamente sociólogo de ponta), cultura geral representa a total informação que poderemos conhecer sobre história, ou pintura, cinema e teatro. Ou aquele escritor mais desconhecido.
Bem, para mim cultura geral significa isso mesmo, geral.
Por isso deixo-vos aqui esta pérola de informação:

Porque é que a expressão afogar o ganso está relacionada com a masturbação ou a relação sexual?

No passado, os chineses costumavam satisfazer as suas necessidades sexuais com gansos. Pouco antes de ejacularem, os homens afundavam a cabeça da ave na água, para poderem sentir os espasmos anais da vítima.


Os meus cumprimentos à São Rosas por fazer de mim um individuo mais culto, passo a passo...

25 fevereiro 2008

Do camarada BIF estacionado onde não há bom vento nem bom casamento. Nem bom café, nem boa cerveja, as gajas usam demasiada maquilhagem e temos sempre que dizer "una coca cola", onde os filmes são dobrados, ainda não sei bem porquê, e que se calhar vai organizar o mundial de 2011 (?) connosco, mesmo apesar de terem dito que era-mos um país terceiro mundista de África quando fomos escolhidos para acolher o euro de 2004:

Irmão não é só de hoje que morre gente de valor... o michael brecker (irmão do randy, tocou com todos os grandes, dizzie, miles, metheny, herbie, patitucci, tyner, etc. etc. a lista termina onde termina o talento), que tive o prazer de ver em lagos com os meus papás, morreu há pouquíssimo tempo com leucemia por não conseguir encontrar doador de medula. antes de morrer michael brecker decidi ir ao Centro de Histocompatibilidade do Sul e entrar para a base de dados sabendo que não seria por ele, mas por outra qualquer pessoa que possa talvez vir a beneficiar. há muitas coisas que podemos fazer... falar também é uma delas.

abraço a todos do exilado!
(abraço grande para o engenheiro irmão exilado)



Abraço irmão

Desafio ao shôre presidente para ler até ao fim

Estava para aqui a pensar, mesmo antes de chegar a casa, que para bom entendedor meia palavra basta.
Mas será que depende da palavra falada e não tem muito a ver com o gajo que ouve? Porque a meio de otorrinolaringologista, já toda a gente sabe onde é que pára o pote de ouro no fim do Arco Íris...
Por outro lado há mesmo aquelas palavras que nem sequer é necessário mesmo saber como acabam, que o bom entendedor vai chegar lá...Supercalifragilisti qualquer coisa.

Musica no coração! Nazis e canções foleiras a dizer adeus (porque a canção é um bocado má, há que admitir. Faz me lembrar canções que se cantam aos pobres dos miúdos na primária que não têm outro remédio que levar com aquilo.)

Num pequeno aparte;
A referência ao John Carpenter, e agora isto, acabaram de matar a minha carreira como cinéfilo de bom gosto que sabe do que fala...

Voltando ao assunto, que ainda não sei bem qual é, com tanto problema de comunicação entre tantos, as probabilidades ditam que alguns dos últimos hão de ser bons entendedores. Não será mais correcto dizer que para um meio entendedor (ainda tou a pensar o que raio é um meio entendedor) uma boa palavra basta? E qual será a boa palavra neste caso? Porque há muito boa gente, bem inteligente (quem rima sem querer é feliz sem saber, não é o que dizem?), que não faz a mínima ideia do que é uma isagoge.

Um assunto idiota para se dar uma opinião idiota, mas mesmo assim...Quem dá mais?

21 fevereiro 2008

Hehe o meu belenenses tá em quinto lugar!!! Na nação do Quinto Império!! Dá logo para ver que é uma equipa com história.....

Não se venham com merdas de taças da uefa e ligas dos campeões e campeonatos e cenas de 6 pontos praqui ou prali, que tou a falar de história a sério. Afinal, não tou a ver nos lusíadas nenhum velho de benfica, ou de alvalade.

Resumo de uma frustrante semana fustrada...

A minha mente deve ser mesmo muito pequenina, porque eu simplesmente não consigo compreender uma realidade em que filmes como o "From Dusk 'till Dawn" e o "Planet Terror" são considerados material de culto, enquanto simultâneamente se diz merda dos filmes do John Carpenter. Serei apenas eu?

Num ponto mais triste, que tarda mas chega:

O maestro morreu. Viva o maestro.

Tou a falar de Joe Zawinul, que morreu no passado dia 11 de Setembro (tardou um bocadinho, sim, mas Better late then pregnant ).

Auto nomeando-me adido cultural para a musica do movimento BIF uma vez, que obviamente o Shôre Presidente não é elegível (o escândalo Bon Jovi abafaria até o Watergate, nas páginas da chamada história contemporânea), e o resto do pessoal não se poderia tar mais a cagar, apresento as condolências a um mundo que perde mais um grande nome da música moderna, trocando-o por mais uma qualquer bois band do momento, que percebe tanto de musica como um tijolo assentado.

Acho que tou a ser injusto para com o tijolo.

Quem passe por aqui e fique um bocadinho interessado pode ir a esse potente mecanismo da verdade absoluta que é a wikipedia (acho que vi por lá a equação unificadora, posta pelo grande EREBRUS, filho do Caos, amante da Noite, etç, etç). Ou então aqui...

10 fevereiro 2008

08 fevereiro 2008

There's a whole in the world like a great black pit




NO PLACE LIKE LONDON


(...)
There's a whole in the world like a great black pit
and the vermin of the world inhabit it
and its morals aren't worth what a pin can spit
and it goes by the name of London.
At the top of the hole sit the previlaged few
Making mock of the vermin in the lonely zoo
turning beauty to filth and greed...
I too have sailed the world and seen its wonders,
for the cruelty of men is as wonderous as Peru
but there's no place like London!
(...)



EPIPHANY

(...)
They all deserve to die.
Tell you why, Mrs. Lovett, tell you why.
Because in all of the whole human race
Mrs Lovett, there are two kinds of men and only two
There's the one they put in his proper place
And the one with his foot in the other one's face
Look at me, Mrs Lovett, look at you.

Now we all deserve to die
Tell you why, Mrs. Lovett, tell you why.
Because the lives of the wicked should be made brief
For the rest of us death will be a relief
We all deserve to die.
(...)

05 fevereiro 2008

toxictonic

O Doc Al-Kagóita foi mais um dos que se esqueceu da pass de acesso a esta merdice, de maneiras que me pediu para pôr aqui este link. Enjoy! :)

http://www.bibleman.com/video/toxictonic.html

PS: acabado de chegar de Faro, ontem o Likidus tava a bombar, com direito a máscaras e tudo! :p

Humor ingles?

Cada vez estou mais convencido que humor britanico, so mesmo em Portugal....

04 fevereiro 2008

Amanhã é Carnaval

Amanhã no resto do mundo é Carnaval.
A máscara usada no dia-a-dia é trocada por outra mais apetecida, negada durante um ano inteiro. Mas amanhã o resto do mundo é livre para escolher o papel em que sempre desejou escrever o seu próprio guião, o dia é uma folha em branco.
Amanhã o resto do mundo diverte-se, não interessa se ao som rítmico e supersónico da bunda brasileira, ou se embalado na cantiga calma da gôndola que atravessa Veneza.


Amanhã, aqui, é o dia nacional das panquecas...

Evolução cultural

Transfigurada ao longo do tempo, deixando-se permear de mil influências diferentes, ao mesmo tempo que consegue manter a raiz primitiva que lhe deu forma e principal conteúdo, esta nossa cultura (trágica, segundo alguns) une todo o que se diz português, seja em que parte indefinida deste globo estranho, e dá-lhe a dimensão que chamamos portuguesa ao seu pensamento.
Aqui fica a minha ovação aos heróis anónimos, que no seu anonimato deixam a sua marca indelével na evolução dessa cultura. Como este bocadinho que encontrei:

Mote:

Lindinho, lindinho...

Lindinho, lindinho, é a pilinha no buraquinho

Lindinho, lindinho é o clito rijinho

Lindinho, lindinho, são elas a fazerem festas ao passarinho

Lindinho, lindinho, é o bicho a entrar e a sair sozinho

Lindo, Lindo é a Graciete a aviar o Armindo

Engraçado, engraçado, é dar uma queca de lado

Giro, giro é esfregar no pau um dióspiro

De pasmar, de pasmar, é ela a chupar e a cantar

De encantar, de encantar, é senti-la a apertar

Belo, belo é dar uma a ver o Sítio do Picapau Amarelo

De animal, de animal, é dar uma a ver o Telejornal... ou a ver a Eucaristia Dominical

Enfeite, enfeite, são bolas a bater nas nádegas da Manuela Ferreira Leite

Amoral, amoral é ter colhões para mandar uma no Mota Amaral

Chiça, chiça, que é preciso ter piça

Feio, feio, é se eles não baterem em cheio

Belos, belos, são aos pares os marmelos

Duro, duro, é não ter a ratinha no seguro

Seguro, seguro, é um vibrador, que está sempre duro

Louca, louca é a tua voz rouca

De derreter, de derreter, é ouvi-la a gemer

Bom, bom, é mesmo fazê-las gritar alto e bom som

Engraçado, engraçado eras tu em ponto de rebuçado


Num assunto relacionado, já há mais uma cama na embaixada bifiana. Quem quiser vir cá participar na expansão do movimento BIF, já sabe...