29 outubro 2008

A fuga das galinhas, versão expulsão de cérebros

Eu até estou a pensar em voltar a Portugal quando acabar isto por aqui. Mas depois lembram-me para onde tenho que voltar e penso duas vezes.

"Cientistas em saldos

Sabia que há cientistas que ganham 745 euros? Que não têm direito a subsídio de desemprego, férias, Natal ou alimentação? Que não são aumentados há seis anos? Está naturalmente curioso de saber em que país, mas estou certo de que já adivinhou.

São os bolseiros de investigação científica! Uma designação infeliz para os jovens (e menos jovens) investigadores, pois classifica-os pelo tipo de regime contratual com que exercem funções, secundarizando a natureza da actividade (investigação). Faz tanto sentido como descrever um juiz como um "assalariado da justiça"."

O resto do artigo podem lê-lo aqui . É a continuação de uma situação que, na verdade, tinha sido prometido ser discutida e revista pelo actual gabinete. E que continua a ser ignorada. O mais triste de tudo é que a ciência made in Portugal é excelente, mesmo sendo feita a um custo pessoal, e que vê negada uma melhoria de condições que se torna cada vez mais necessária. E, no entanto, quem é que realmente precisa de cientistas motivados?

28 outubro 2008

Comentarios no publico parte II (acho eu)

Eu acho que já tinha cá falado dos comentários que aparecem no Publico online. É de certeza um dos momentos áureos do meu dia, percorrer essas pequenas pérolas de conhecimento que, diria mesmo, conseguem rivalizar o inimigo publico em entretenimento.

Bem, só para dar contexto a coisa (não que ajude), aparentemente houve uma expedição nazi a Amazónia, para fazer qualquer coisa...E depois alguém escreveu isto

"A razão para esse plano aparentemente "mirabolante", é simples (para quem conhece a "teoria"): as tropas de Hitler terão abatido (casualmente ou não) um OVNI de origem extraterrestre nas florestas da Alemanha durante a II Guerra Mundial, confundindo-o com uma aeronave aliada. Os ocupantes que sobreviveram (um) foram interrogados, mas como os extraterrestres Tipo-2 não falam como os humanos (comunicam telepaticamente) eles terão feito um acordo com as tropas de Hitler para fornecimento de tecnologia para ganhar a guerra em troca da libertação do extraterrestre Tipo-2. Quem está por dentro do assunto, sabe que existem bases secretas extraterrestres, com ligações subterrâneas, precisamente em zonas remotas da Amazônia. Basta investigarem o caso brasileiro da "Operação Prato", ainda hoje mantida em segredo na quase totalidade pelas Forças Armadas Brasileiras. Simples. Se acham isto incrível e estranho, devo dizer que até na Antártica eles (extraterrestres) tem bases submarinas (os nossos aliados tentaram em vão atacá-las durante a II Guerra Mundial)... Depois investiguem também o que realmente aconteceu ao submarino russo "Kursk"... e porque razão ficou tudo "no segredo dos deuses"..."

E o meu dia, de repente, já não parece tão mau quanto isso...

23 outubro 2008

"dá pró cú?"

tendo o manso referido o carácter masturbatório do blog, deixo aqui um video de alguma forma relacionado, desta música que ilustra uma pergunta tantas vezes levantada por essas mentes fora.

21 outubro 2008

Provavelmente o candidato mais forte ao titulo de "O poste mais estranho que alguma vez foi colocado em exposição publica neste blog"

Engraçado...No outro dia estava a frequentar o espaço de um blog (qualquer, porque agora não me lembro do nome) que dizia basicamente que criar blogues é só mais uma forma de masturbação.

Deixa-me uma bela imagem na mente, se pensarmos que este blog é partilhado e escrito por uma porrada de gajos. Aviso já que não faço o jogo da bolacha.
Hum, partindo desta paragem mais estranha, continua-se...

E tal pensamento ainda perdura, sempre que leio o que escrevo e o que se escreve por aqui (se tal analogia faz sentido, então ler o blog de outros será voyerismo). Não que associar masturbação a escrever um blog seja mau em si. Todo e mais algum sexólogo, digno desse nome, hoje em dia afirma que a masturbação é necessária para o auto-conhecimento do individuo em questão, com o belo efeito secundário de não provocar cegueira... Opiniões acerca do assunto dividem-se, particularmente entre a Igreja (nas suas diferentes vertentes, que de diferente não tem muito) e o resto do mundo.

De qualquer maneira, seja tocar o bicho, espancar o golfinho, jogar bilhar de bolso, bater a pivia (e tão me a faltar nomes para a coisa) ou não, não deixa de ser verdade que gosto de ler o tasco que criamos aqui, mesmo com aqueles links estranhos do shore presidente (dos quais apenas ele conhece a existência) mais tudo o resto que por aqui vai caindo, fruto das mentes doentias que compõem o Movimento.

Acho que era isto que queria dizer. E que li num blog que criar blogues era semelhante a bater uma punheta. E que fiquei com essa frase na cabeça.

15 outubro 2008

14 outubro 2008

Da necessidade de se pensar na nova geração de camaradas que irão preencher as fileiras do movimento

Bem, comecei a participar no blog da banda sonora das nossas vidas. Devo dizer que mudou radicalmente a minha vida.

Primeiro descobri que existe realmente um álbum que tanto eu como o dentista radicado em Estocolmo curtimos. O que só por si é estranho. De tal modo, que o multiverso pode desabar a qualquer instante. Esse tipo de estranho.

E depois porque percebi que tou preso num gerational gap!! Todas as bandas de rock que curto e acho que vale a pena são dos anos noventa. E não falo só do grunge. É melhor referir isto antes que o cabeçadas apareça para comentar. Sim, que eu conheço o cabrão (digo isto do modo mais carinhoso possível). Se bem que, de qualquer maneira, mais cedo ou mais tarde, o Ten vai la parar...

09 outubro 2008

Egídio para Presidente!

O nosso excelso presidente prepara desde já o seu percurso político (que terá sem dúvida o seu culminar na presidência da câmara municipal de faro), começando por um cargo menor, na tentativa de ajudar uma nação em dificuldades!

->>Ora vejam:<<-

08 outubro 2008

Titulo? Qual titulo?

Oi. Após algum tempo sem dizer um cu (o que contribui, e muito para a melhoria da qualidade do tasco aqui) resolvi escrever mais umas linhas. Para manter o hábito. Ate podia referir que tenho tado a trabalhar feito escravo (sinonimo para aluno de doutoramento. É o que tá escrito nas letras pequeninas. Eu fui ver...), mas como o pessoal conhece o que sou, é mais credível dizer que tenho tado a caçar vampiros, Buffy style. Oh sim. Com mini-saia e tudo.

Bem, entre a atarefada vida social que não há meio de conseguir voltar a ter, descobri este site. Para todo o camarada BIF que se orgulha ser bifiano. O que por si só é doentio, de uma maneira que só nós conseguimos ser. E digo isto com um certo orgulho. Principalmente por que escrevo com um pseudónimo.

Voltando ao tema do poste em questão, vão lá a pagina. Bem bom. Para ver durante o trabalho, não vá o índice de produtividade aumentar e depois é o cara***. Que isto de ser eficiente não tá com nada.
O site fala sobre os badasses do mundo (ficcionais ou históricos), num estilo literário que só fica atrás de Ernest Hemingway . Ou reparem...

"Rommel first saw combat in World War I while he was serving in the elite German Alpine Corps, which was a unit of badass, highly-mobile mountain warfare experts trained in the art of high-altitude fighting across the northern border of Italy. The Alpenkorps soldiers were reknowned for being totally balls-out and Xtreme, and many of their military operations involved strapping on snowboards with battle axes and skulls painted on them, getting mad air coming out of a half-pipe and then hosing their enemies down with machine gun fire while doing bitchin' to the max 360-degree spinning jumps and wailing on their guitars with enough heavy metal power to cause army-devastating avalanches. Captain Rommel won the Iron Cross First Class for his actions commanding the Alpenkorps during the Battle of Caporetto, when he did a fakie backside 720 off a ramp while throwing hand grenades with deadly accuracy and then lead his company in the encirclement and capture of over 9,000 Italian soldiers. The P.O.W.s were then forced to serve as Alpenkorps roadies for the rest of the war, lugging heavy amplifiers and drum sets across the Alps so that the Korps could continue rocking it to the max and generally just being radical. "

Eheheh

Se o resto do pessoal concordar, ate que podia ir ai para a lista do lado direito...

07 outubro 2008

saldos

misters e mistresses, preciso de dinheiro e tenho na minha posse 5 desenhos emoldurados dos quais me quero livrar. o vidro das molduras é capaz de já não estar no seu melhor, pois viajaram um pouco, mas, à partida, não será nada que se note por aí além.
como é só para vocês, estou preparado para os deixar ir por uns míseros 10 euros+portes de envio, o que, arredondando para mim, fica em 15 euros (a não ser que haja hipótese de os entregar em mão).
os bonecos são os seguintes:












corra já para o telefone!