30 janeiro 2010

Breakfast is served.

O primeiro vídeo tem um bom pequeno almoço rico em calorias e o segundo goza com o primeiro e faz-me lembrar os nossos vídeos.



28 janeiro 2010

Acção de Limpeza, Limpar Portugal num só dia.

Acção de limpeza "Limpar Portugal num só dia", próxima reunião da equipa de Faro, às 9:45h, deste sábado dia 30, junto à entrada da UALG, para visita a pé aos locais a limpar no ludo. Não é preciso estar inscrito no site para aparecer, é preciso é aparecer. O Sr. Presidente Macário tem a gentileza de ceder os meios logísticos, precisam-se é de voluntários (ou involuntários). Divulguem sff.

http://www.limparportugal.org/

27 janeiro 2010

Jezz ou Jazz?

Eu curto ir a um concerto de jazz. A sério que sim. Faz muito mais sentido do que a maior parte das coisas que se passam na minha vida estranha. Como usar camisas de flanela, por exemplo. Mas sempre que me lembro que tenho de lidar com a multidão que acha bem pertencer ao circulo apenas para ser visto a agitar a baqueta imaginária no ar de olhos fechados, enquanto bebe vinho chileno que passava bem no balcão do tasco na Torre de Natal como tacinha de vinho local, e dizer com um ar solene que os músicos se estão a divertir mais do que nós, afrouxo o passo e penso duas vezes.

É uma cena triste dizer isto. Apontar que não o faço de uma maneira condescendente. Não. O sentimento que passa por aqui soa mais a azia. É uma cena triste dizer isto assim, de uma maneira que quase passa por elitismo. Mas isto tem estado trancado cá dentro há tanto tempo, desde que me lembro de alguém me dizer que um disco de Jazz tinha que ser ouvido 10 vezes para se gostar.

Apenas um pequeno desabafo, posto em directo aqui no tasco.

LCD Soundsystem, 2010


Se dois ou três bifes alinharem em ir a Londres a 24 de Abril, eu também estou nessa. Se alguém quiser ir avise para se comprar os bilhetes.

22 janeiro 2010

Como começar mal o dia

Deixar cair uma garrafa de muralhas no meio do chão do departamento. Acho que há um circulo especial no inferno para este tipo de idiotas.

21 janeiro 2010

Para mostrar o que a verdadeira geekenness é...

A boa da piada a engenheiro

Tá mal!

Eu sempre achei que o Sa Pinto como director desportivo era uma versão barata do Rui Costa. Porém, os acontecimentos de ontem fizeram-me mudar de opinião. É injusto que o Sá Pinto seja despedido!
Deviam despedir o Liedson! Esse magricelas é nitidamente um rufia! O seu ataque descarado ao inocente Sa Pinto foi sem dúvida motivado pela frustração do próprio Liedson por ser um peso para o clube. O magricelas não faz nada.
Despeçam é o Liedson!

Claro que, mesmo rufia e magricelas, dá jeito à selecção...por isso algum clube teria que fazer o sacrifício de o contratar...não sei se haveriam muitos candidatos...mas alguma solução se arranjaria. Em último caso, o Benfica como prova de patriotismo, poderia fazer o sacrifício...só por altruísmo claro!

25 years to the day...

Não há muita coisa de que um gajo se lembre da altura em que se é um puto. E, no entanto, a memória puxa por merdas que não lembram ao diabo. Como quando há 25 anos atrás estava a olhar para uma das muitas janelas do Egas Moniz (que sei ser por default. Quando um gajo é puto, qualquer prédio cinzento com muitas janelas, é mesmo só mais um prédio cinzento com muitas janelas), e tentar perceber que cena pequena e enrugada era a que me mostravam. Há 25 anos atrás. Parabéns puto.

20 janeiro 2010

geekalhagem


por acaso nunca percebi bem porque é que toda gente acha o empire strike o melhor star wars. pessoalmente acho aquele principio no planeta gelado assim meio chocho, e aliás quase todo o filme um pouco morno, a não ser o final. O melhor para mim será sempre o episode IV.
e o matrix 3 é BEM pior comparativamente, do que o godfather 3. o godfather 3 tem o al pacino a dizer "just when i though i was out, they pull me back in", e não é preciso muito mais que isso para fazer um filme.

Shameless to love this.

Rock n' Roll baby!

19 janeiro 2010

Orçamento de Estado BIF
















Não é grande novidade, mas 8 a nível mundial?

No Publico, pode-se ler:
"Há anos que se diz que a Europa está a ficar grisalha, uma tendência sentida em muitos dos chamados países desenvolvidos. Mas o que o último relatório sobre o envelhecimento produzido pela Divisão da População das Nações Unidas vem dizer é que a tendência é mundial e sente-se também em países menos desenvolvidos. Numa lista de 196 países, Portugal surge como o oitavo país com maior percentagem de pessoas com mais de 60 anos (23,3 por cento)."

Não que seja novidade sermos um país envelhecido, mas 23,3% e oitavo no ranking mundial não deixa de ser assustador... Estamos "melhor" qualificados nisso do que estaremos no mundial :p

2 em 1

Ontem finalmente consegui arranjar a disposição mental necessária para pintar a embaixada BIF na beatleandia. Levou o seu tempo e acabei coberto em tinta branca, mas aquela cor de salmão, ou, como os comuns dos mortais (incluindo eu) chamam aquela merda, cor de rosa, tinha mesmo que sair dali.
E isto a ouvir Miles Davis e a beber um chateau qualquer. Pintar o quarto e, em simultâneo bater o recorde para pseudo-intelectualismo no grupo é muita coisa ao mesmo tempo. Sinto-me cansado.

Bifidus

15 janeiro 2010

Tipo o outro mas um bocadinho mais desenvolvido

Nas deambulações hipérnauticas pelos diferentes tascos virtuais encontrei isto. Tipo a banda sonora das nossas vidas, mas um bocadinho maior. Com rock e metal. E em português. Ou brasileiro. Se bem que, com o novo acordo ortográfico, português e brasileiro são a mesma coisa. No entanto, como o novo acordo ortográfico ainda não foi inserido no novo programa de educação ainda há a distinção. Ou antes do novo acordo ortográfico português e brasileiro já eram (são) a mesma língua?
De qualquer maneira, afinal o Miguel Ricoa sempre participou no congresso de bioética no Porto (esta foi mais para o tiago).

Vem ai o orçamento de estado!

Alguma sugestão? Onde se corta? Onde se investe? Com que critérios?
Aumento de impostos?

13 janeiro 2010

Vídeos

Exmos. O essencial ficou por discutir! Observo que estamos a entrar numa época de crendice, do é assim porque é assim! Escuto, muitas vezes, o discurso de: Os outros (sem identificar quem), estão mal e eu é que estou bem porque o senso comum assim o quer.

Como sabem, defendo o senso comum como forma de conhecimento. O que não defendo é, que por ser senso comum, deva sobrepor ao discurso académico, nem o contrário.
O que aqui está a ser tratado são relações de poder que de neutras nada têm. Deverá, o senso comum ( por vezes muito conservador, como é o exemplo destes vídeos) ser detentor e mais poder?

O discurso predominante nos vídeos, é o da conservação de um uma replicação social da época de 1960 (e.g. Ensino da Matemática, em vez da Educação em Matemática, pessoas acríticas que não se questionam sobre a proporcionalidade da vida diária, decorar tudo, os rios, a tabuada, os Reis?). Não estou a dizer que não se deva saber a tabuada, devemos certamente. Mas, e saber usar a tabuada não será isso mais interessante?

Será esta forma conservadora de socializar os nossos jovens, aquilo que desejamos? Desejamos voltar ao pais de alguns, os Doutores, que por ter um discurso mais elaborado (e tido como verdadeiro pela maioria), decidem?

CASA-MOS

video

Epá perdoem-me mas tinha que o fazer e só o faco por ter visto o post do T.. as palavras dele säo aplicaveis neste mm video... casamento gay, exemplo de excepcao, inibicao, à vontade incrivel mesmo! Mais uma vez desculpa ao sensiveis!

Danças

Desculpem insistir no tema, mas achei que este video se impunha como exemplo de excepção. Reparem como mesmo sendo dois homens não se nota a miníma inibição. Um à vontade incrivel mesmo.

12 janeiro 2010

Lindo!!!

tirando os últimos 10 segundos....

....até nem está mau.




Conquistaram-me logo com a frase do trailer ser a do theme original e....a carrinha do BA ser a mesma :D

Erebrus, não consigo deixar de ter a ideia que tu gostavas disto. Parvoíce minha?

(pronto, trailer de mer*a desanuvia ambiente pseudo-intelectualóide :p)

Só pessoas!

No fundo somos apenas pessoas. E, nesta época de crise, aparecem soluções milagrosas! A crendice amplia-se e, por vezes, como tantos outros deixo-me levar por poções milagrosas para problemas complexos.

Esta crendice, apenas possível pelo medo existente em conhecer, configura e é configurada por todos nós, quando militamos de forma mais apaixonada algumas representações sociais de sucesso, acompanhadas do brilho insustentável da normalização, do padrão, do opaco, do foi e será sempre assim.

Somos só pessoas e somos apenas diferentes! Talvez, por isso, não aprendemos/ adaptamos da mesma forma.

11 janeiro 2010

É sempre mais facil um gajo fazer de conta que não viu. É mais prático, não acarreta a ansiedade estranha que surge quando se tem que confrontar outra pessoa e, bem vistas as coisas, para quê começar uma discussão? Especialmente quando é com um amigo. E aí, o que já de si era complicado, torna-se mais difícil.
Acho que era necessário o prológo, talvez porque, mais do que frequentemente, a palavra fica a meio do pensamento e o que devia ser dito não sai.

Espaços cinzentos é que mais aparece quando se discute um tema. Raramente as coisas são assim tão preto e branco que ajudem a perceber o sentido de uma conclusão lógica ou o rumo que se deve tomar. Mas a dicotomia que se sente hoje em dia em Portugal afasta-se longe dessa sensação de se estar preso no limbo de se ter que tentar ver as coisas pelos olhos da outra pessoa. Esta divisão de opiniões aparece desprovida de lógica dessa área cinzenta simplesmente porque de um lado da cerca ainda se acredita em cidadanias de segunda, enquanto do outro lado da vedação um gajo acredita que nesta sociedade todos temos os mesmos direitos. E quando se diz todos, não se pode pôr excepções na coisa.

Isto tudo para dizer que não percebi o poste do Pedro. Posso não ter percebido a piada. Mas acho que piada não teve nenhuma.

Portugal

Pede-se que o painel Bif comente os seguintes vídeos:













Obrigado

momentos bif

(agora que é legalmente aceite, declaro aqui o meu desejo de me casar homossexualmente com todos vocês!)

taizé

barcelona




peecock


lisboa



interrail (luxemburo, se não me engano)


fare

09 janeiro 2010

Ok Pantera de Novo

A partir do 3ro minuto!

http://www.youtube.com/watch?v=p5vNZ1YYBWU

Sem dúvida mto saber aqui!

Mto Bom !

Ui! Que medo do casamento homossexual!

Ora viva!
Queria só expressar aqui em breves palavras a minha revolta com o que a discussão mediática revelou: uma sociedade mesquinha, ignorante (porque não sabe nem quer saber) e muito, muito medrosa.
Os cuidados muito "cívicos" e "civilizados" em assegurar que a proposta de lei assegurasse a impossibilidade de adopção, simplesmente enojaram-me. E a proposta de um referendo para discutir o casamento homossexual é francamente insultuosa, pois sabemos bem que nos referendos ganha a confusão e o medo, e não o esclarecimento.
Mas mesmo assim o medo ganhou a sua fatia. Se não, como explicar a preocupação com a adopção? Alguém conhece filhos de homossexuais que sejam um perigo para o bem estar social? Dizem-me: "mas como explicar às pobres criancinhas porque é que o seu colega de escola tem dois pais ou duas mães?". Francamente... Acham mesmo que as crianças têm essa preocupação por iniciativa própria? Acham que as crianças nascem com conceitos sociais definidos? Acham mesmo que os pais homossexuais são um "mau modelo" simplesmente por serem duas pessoas do mesmo sexo? Acham mesmo que as crianças são tão ridiculamente estúpidas que na construção da sua identidade pessoal e social irão dar exclusiva importância ao facto dos pais serem do mesmo sexo?
E a atenção, o amor, o cuidado, a ligação, a segurança, a aprendizagem conjunta (no fundo, as coisas que conformam a "boa" parentalidade e que, tanto quanto sei, não estão presentes em muitos pais heterossexuais, e nada indica que estejam especialmente ausentes nos pais homossexuais) onde é que foram discutidas?
Não foram.
Por medo, muito medinho do que não é "normal" e "natural".
Aceitamos de bom grado o aborto, assim como a institucionalização das crianças, mesmo que isso lhes custe um desenvolvimento saudável, mas "Deus nos livre" dos homossexuais poderem adoptar e formar família.

Sepultura

Voltemos a assuntos mais sérios! Alguém se lembra disto?

http://www.youtube.com/watch?v=TrOtcb3e6ik&NR=1

08 janeiro 2010

Viva EL BIFFFF

VIVA! ELE é o SENHOR De TODO O SABER!!!

VIVA!

Este FDS estou em Fare, um BIF faz anos!!!

Por isso! VIVA FARE!!!

07 janeiro 2010

Infidelidade recomenda-se (para os homens, claro!)

A psicóloga francesa Maryse Vaillant defende no seu último livro "Les Hommes, L'Amour, La Fidelité", que a infidelidade é uma necessidade para os homens.

A autora, numa entrevista à Visão, afirma ter passado 10 anos a estudar o assunto e concluiu que "os homens o fazem por uma questão de identidade - precisam dessa liberdade para não sufocarem". Além disso "as mulheres não deveriam sofrer tanto por os parceiros as "enganarem".
Podem ler mais aqui.

E agora a minha opinião.
Quando vejo uma notícia onde se encontra a opinião de um(a) psicólogo(a), temo pela reputação da classe que, diga-se de passagem, nunca foi famosa. Não raras vezes, os receios têm razão de ser.
Não quero com isto dizer que sou mais ou menos a favor da fidelidade, muito menos defendo as teorias muito "científicas" de que os homens, por um qualquer imperativo biológico, têm de "espalhar a semente" e as mulheres "cuidar do ninho". Acredito que possa existir uma predisposição relacionada com o género, no entanto seria irresponsável afirmar que tal tem que ver exclusivamente com aspectos biológicos, sendo que os aspectos culturais e educacionais têm uma influência enorme no nosso comportamento, porventura mais que os biológicos.
Posto isto, vamos lá tentar perceber esta "psicóloga".
As conclusões da senhora partiram da sua própria "experiência com homens que conheceu", e dos testemunhos de 20 homens e 10 mulheres. Vinte homens e dez mulheres dificilmente se poderá considerar uma amostra representativa. E qual a nacionalidade, cultura, religião destes homens e mulheres? Ou estas são conclusões universais, para todos os homens e mulheres? A acrescer que a senhora é divorciada, não sendo isto, segundo ela, resultado da sua infidelidade. Não ponho isso em causa, mas não posso deixar de me interrogar se estas conclusões não serão demasiado reconfortantes - concluo então os homens "traem" porque não aguentam a fidelidade... e as mulheres, regra geral não traem, mas se o fazem é certamente por precisarem de "espaço"... será isto?! E imagino que o título que relaciona homens, amor e fidelidade, colocando as mulheres em segundo plano (até porque para estas não são precisos estudos, o amor e a fidelidade já fazem parte, tal como a infidelidade para os homens... certo?) não tenha nada que ver com o seu próprio caso de infidelidade, certamente conseguiu ser absolutamente imparcial nas conclusões a que chegou.
Então está explicado! Obrigado sra Vaillant.

Por isso meus amigos, se algum dia "por acaso" se "enganarem", não se preocupem! Basta explicarem às vossas queridinhas que é uma inevitabilidade, que precisam dessa "liberdade". Afinal, até têm estudos "científicos" para o comprovar.

06 janeiro 2010

blogs e google readers!!

eu nem sei como iniciar a apresentacao deste blog.. nem sei se o devia .. mais honestamente tou ansioso pelos comentários do shore engenheiro, meu pai, el bif, erebrus e todos os que tiver algo a dizer sobre isto..

este é o blog de uma menina sueca de 20 anos... eu penso q n existe nada semelhante em Portugal e possível em mts outros países... ou näo.. mas devo confessar q fiquei chocado pelo conteúdo.. em todos os sentidos.. se calhar estes blogs abundam mas como n sou conhecedor.. enfim.. fico periclitante pelas opiniöes e comentários á juventude de um dos países mais desenvolvidos do mundo..

em relacao aos textos basta irem ao google http://translate.google.se/?hl=pt-PT&ie=UTF-8&text=&sl=sv&tl=en# ... pouco é perdido na traducao... :-)

aqui tá a "pérola"

http://metrobloggen.se/jsp/public/index.jsp?article=19.5981345


bem o presidente ainda tornou isto melhor!!!!!!!!!!!!!!!!!

aqui vai.j já traduzido!!!

http://translate.google.com/translate?js=y&prev=_t&hl=en&ie=UTF-8&layout=1&eotf=1&u=http://metrobloggen.se/jsp/public/index.jsp%3Farticle%3D19.5981345&sl=sv&tl=pt

02 janeiro 2010

Passagem de ano 2009/2010

Pensei em escrever algo porque acho que esta nossa passagem de ano não deveria passar em claro nos registos do nosso movimento separatista.

Não sei se fui só eu, mas não me lembro de uma passagem de ano em que a meia noite quase que nos passava ao lado, se não fosse alguém lembrar-se disso. Entrámos em 2010 em grande... Foi uma grande festa e queria agradecer ao nosso anfitrião, presidente e sua primeira dama por todo o esforço que fizeram! Assim como queria agradecer a nós próprios porque somos altamente. Acho que estivemos todos no nosso melhor, com muito boa disposição e vestidos a rigor. Queria também agradecer à vodka.

Penso que esta festa marca também o nosso percurso para a vida adulta! Foi um momento raro em que estivémos praticamente todos reunidos e em que me apercebi que cada vez nos vamos conhecendo melhor. Já nos conhecemos há tempo suficiente para reconhecer em todos um amadurecimento e evolução. Todos temos os nossos projectos, os nossos caminhos, com mais ou menos desvios, mas todos somos sábios e corajosos a tomar as nossas decisões na vida.

Já olhei para o n.º de entradas no blogue várias vezes, comparando os vários anos. Não é novidade que esse número tem vindo a aumentar bastante e é assim que a nossa amizade deve continuar, a crescer de uma forma adulta e ao mesmo tempo idiota, com cada um a percorrer o seu caminho!

Esta mensagem aparece somente hoje porque o dia de ontem não existiu para nenhum de nós, 2010 começou dia 2! (palavras do presidente).

Abraço e um excelente 2010 para todos nós.
h.

01 janeiro 2010

Dime

Pensei que o Ano de 2010 podia começar em grande forma!



http://www.youtube.com/watch?v=ncBDwedrxlw&feature=related