23 dezembro 2009

A pedido de várias familías, que passam todas por ser vozes na minha cabeça

Volto hoje ao tasco para dizer merda.

É um facto, e confirma-se após vários anos de estudo. A pseudo-intelectualice é como aquele coelho cor-de-rosa com pilhas duracell. E dura, e dura, e dura....

3 comentários:

  1. Não te preocupes, és especial, mas nós gostamos de ti à mesma! ;)

    ResponderEliminar
  2. Essa merda tinha mais importância, se fosses uma miúda bonita em vez do gajo feio que és :D

    ResponderEliminar
  3. és especial manso...

    ResponderEliminar